Revista Sucesso

Atualizado em 27/06/2016 10:41

Gastronomia

Molho vermelho especial

A boa mão para fazer um molho é como a boa mão para fazer uma massagem, uma virtude valiosa e escassa.

Da redação

“As mãos expressam nossas intenções: acariciam, confortam, castigam, trabalham. A boa mão para fazer um molho é como a boa mão para fazer uma massagem, uma virtude valiosa e escassa.” Isabel Allende, no livro Afrodite.

Molho

Pretos, brancos, cremosos, escorregadios, untuosos, trêmulos, sejam como forem, os molhos já me conquistaram há muito tempo.Para acompanhar pratos muito secos ou simplesmente para passar no pão, desde manteiga perfumada a molho de tomate no espaguete, os molhos são imprescindíveis na boa cozinha. Bechamel, Velouté, catalão....

A maionese nos sanduíches do mundo todo. Como viver e comer sem maionese? A maionese de alho ou alioli é o molho nacional da Espanha e já tive oportunidade de passar para os leitores várias vezes.

Portanto, a receita que vou passar é de outro molho. Este é o molho vermelho, que servia no meu restaurante e que nós chamamos disso mesmo: de molho vermelho. Serve para comer com pão ou por cima de várias coisas. Adicione uma ou duas colheradas de camarões cozidos ou batas ao molho de tomate tradicional e experimente: dá um gostinho especial.

Considero este molho parente do molho ketchup ou mesmo o precursor. Ganhei a receita da minha cunhada, que na época, dez anos atrás, também tinha restaurante. E a receita vem com uma poção, não sei se do amor ou do bem comer, mas depois que se faz uma vez este molho, se fica viciado e, aí, tem que se comer de vez em quando. Ainda mais que ele é tão "multiuso!”. Anote a fórmula:

Molho vermelho especial
(para uma boa quantidade)

  • 300 gramas de extrato de tomate, aquele normal de lata
  • 3 copos de óleo e azeite, ou seja, 1 copo e meio de cada, só com azeite fica bom também, mas mais forte
  • 1/2 copo de vinagre de sua preferência
  • 3 folhas de louro
  • 3 dentes de alho descascado
  • 3 dentes de cravo
  • 1 colherzinha de noz-moscada
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 3 grãos de pimenta-do-reino
  • 1 colherzinha de páprica ou pimenton espanhol
  • 1 colherzinha de pimenta vermelha da sua preferência
  • 1 colherzinha de sal

No liquidificador ou processador, coloque todos os ingredientes, menos o óleo.Triture tudo e comece a acrescentar o óleo e azeite aos poucos, batendo alternadamente até o óleo acabar. Guarde na geladeira e na hora de servir polvilhe com salsinha bem picadinha. Para acompanhar o que sua imaginação e paladar pedirem.

 

gastronomia, molho

Colunista

Maria de los Angeles

Autodidata, especialista em culinária espanhola e cronista gastronômica
maria@delosangeles.com.br

Veja mais artigos
Mais lidas
  1. Uma sobremesa muito refrescante
  2. SARDINHAS
  3. Alióli
  4. Cuscuz Rodolfo Valentino
  5. Gaspacho Andaluz
  6. Cacau do bom
Leia também
  1. Cassoulet. Feijão branco, um prato redundante
  2. Petit Gateau, uma sobremesa pra lá de chique!
  3. Feijão Branco à Moda Castelhana
  4. Natal bem brasileiro
  5. Molho vermelho especial
  6. Uma sobremesa bem fresca