Revista Sucesso

Atualizado em 27/06/2016 11:24

Gastronomia

Moqueca moleca

“Vou fazer uma moqueca Com dois camarões Sem tomate, sem azeite, sem dendê, sem limão…” Samba de roda

Da redação



Um dia destes, depois de um dia de calor infernal, à noitinha, minha amiga Nil me convidou para comer uma moqueca feita por ela. Moradora que foi de beira-mar por anos, não fiquei surpresa pela de-li-ci-o-sa moqueca que preparou, a bem dizer em 15 minutos.

Assim foi meu reencontro com as moquecas, que sim, parece que existem várias, e elas entraram na moda novamente em casa. Segundo outra expert moquequeira, Dona Vilma, Mãe Mukumbi para os seus filhos, a capixaba é a outra versão mais conhecida desse prato, que, neste caso, leva os ingredientes em camadas. Dona Vilma me informou também que em língua africana, “moquecar” quer dizer esconder. Coisas que se escondem com outras coisas e, no meu entender, empilhadas.

Comida essencialmente dos trópicos, o elemento principal da moqueca é o peixe, que fica ensopado nos outros ingredientes, realçando de maneira única seu sabor. Existe pirão melhor que de moqueca? Em minha opinião, não. Aliás, desconfio que em outra encarnação fosse lá do Norte, tão chegada que sou em farinha de mandioca e todos os seus usos. Pois bem, considero a moqueca um prato tão nobre quanto a paelha e muitos outros.

Do tipo completo, com substância, ou sostanza como dizem. Uma maneira natural de saciar a fome, e de comer peixe, sem ser frito. Comida de pescadores e de gente que curte a vida sem artifícios, na natureza. Antes que esqueça, a de hoje, a da Nil, é tipo baiana. Anote:

Moqueca moleca
(para 6 pessoas)

  • 1 quilo de peixe cortado em postas. Os ideais são: cação, badejo, pintado. Que só tenham 1 espinha, a central.
  • 1/2 quilo de camarão limpo
  • 5 tomates descascados e picados
  • 2 cebolas medias picadas
  • 3 dentes de alho socados
  • 3 colheres de sopa de azeite de dendê
  • 5 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 100ml de leite de coco
  • Pimenta a gosto – vermelha de preferência
  • Salsinha e cebolinha picadinhas
  • 1 xícara de chá de farinha de mandioca (de sua preferência).
  • Numa panela de barro com tampa (no mercado tem para vender), esquente o azeite de oliva e comece refogando a cebola e o alho. Adicione o tomate, um pouco da salsinha e cebolinha, a pimenta e o azeite de dendê.

Quando o tomate estiver desmanchando, arrume as postas do peixe encima do refogado, por cima os camarões e acrescente o leite de coco. Tampe e quando levantar fervura abaixe o fogo e deixe cozinhar um pouco no caldo que se forma.

Retire algumas conchas desse caldo num recipiente à parte, misture com a farinha para o pirão e jogue por cima um pouco de salsinha e cebolinha. Para acompanhar, arroz branco. Você vai repetir…

 

moqueca com camarões, peixe em postas, dendê

Colunista

Maria de los Angeles

Autodidata, especialista em culinária espanhola e cronista gastronômica
maria@delosangeles.com.br

Veja mais artigos
Mais lidas
  1. Uma sobremesa muito refrescante
  2. SARDINHAS
  3. Alióli
  4. Cuscuz Rodolfo Valentino
  5. Gaspacho Andaluz
  6. Cacau do bom
Leia também
  1. Um peixe muito requintado
  2. Madalenas de Natal
  3. Natal bem brasileiro
  4. Molho vermelho especial
  5. Alióli
  6. Cassoulet. Feijão branco, um prato redundante