Revista Sucesso

Atualizado em 28/06/2016 15:55

Gastronomia

Pão Integral

O mundo se divide em dois campos:daqueles que conseguem viver felizes apenas com pão e daqueles que precisam de legumes, carne e laticínios

Da redação


“O mundo se divide em dois campos: daqueles que conseguem viver felizes apenas com pão e daqueles que precisam de legumes, carne e laticínios. O pão é o único alimento que conheço que, por si só, satisfaz completamente. Conforta o corpo, agrada aos sentidos, satisfaz a alma e estimula a mente. Um pouco de manteiga também ajuda”. Jeffrey Steingarten, no livro O Homem que Comeu de Tudo.

Fazer pão é uma arte, e quanto mais se faz, melhor fica. Fazer pão integral é voltar a uma cozinha básica, milenar. Uso centeio, aveia, farinha de arroz, trigo sarraceno, mas o cereal de que mais gosto mesmo é o trigo. Trigo integral, que produz o melhor pão que conheço. Fiz pão misturando na massa, batatas, batata doce, mandioquinha salsa, mandioca, cará, inhame, arroz integral cozido, cenoura, e nem sei mais o quê…Todos ficaram bons, em especial o pão com mandioquinha salsa e cará.

O sentido de termos mãos? Para fazer pão é preciso estar sem anéis, sem esmalte, unhas cortadas rente. Minhas mãos são o melhor utensílio de cozinha que tenho. Fornadas e fornadas de pão saíram de mim. Os vizinhos ganhavam pão, os amigos, os parentes…Citando Henry Thoreau - "como frutas feitas de cereais, os pães saíamdo forno".

Fazer pão é uma coisa que faz a gente se sentir feliz, realizada. Mas quando comecei a fazer meu pão integral, não existia farinha integral à venda. Procurei muito pela farinha ideal, que não existia. A ideal teria que ser moída em moinho de pedra, um pouco antes de ser utilizada. Fui até no moinho, falar com os fabricantes, mas a máquina já era programada para separar o trigo de sua película. Acabei encontrando minha bendita farinha e, hoje, selecionei minha melhor receita de pão, a seguir. Por ser a mais rápida, a massa só cresce durante uma hora, já no formato. A mais saborosa e leve - por levar um pouco de mel, no lugar de açúcar - o pão não fica duro e pesado.

Anote: Pão Integral Delicioso

Receita que rende 3 pães de 350 gramas aproximadamente.

  • 3 formas retangulares para pão, untadas com óleo e enfarinhadas. Se não tiver as formas, assadeiras normais servem.
  • 2 tabletes de fermento biológico - 30g
  • 3 xícaras de chá de águamorna - coloque o dedo dentro para ver se não queima.
  • 2 colheres de sopa de óleo vegetal
  • 1 colher de chá rasa de sal
  • 1/2 xícara de chá de mel - apesar disso é um pão salgado.
  • 1,5 Kg de farinha de trigo integral, da fina.

Modo de Fazer:

  • Despeje a águamorna numa bacia funda. 
  • Acrescente o fermento, o sal, o óleo e o mel.
  • Misture um pouco para dissolver o fermento. 
  • Nesse caldo comece a misturar a farinha com uma colher. Quando engrossar, é hora de pôr as mãos na massa. Continue pondo farinha, misture com a ponta dos dedos. 
  • Neste ponto, em uma superfície de madeira ou mármore, muito bem limpa e enfarinhada, vire em cima a massa da bacia. Limpe a bacia e as mãos enfarinhando. 
  • Junte toda a massa sovando um pouco, sempre jogando farinha nas mãos e por fora da massa, até formar uma bola homogênea. 
  • Forme os pães e coloque na forma. Deixe crescer por uma hora no canto mais quente da cozinha, sem vento, ao ar livre.
  • Ligue o forno bem quente. 
  • Coloque delicadamente o pão para assar por uma hora mais ou menos ou até criar por cima uma crosta marrom dourada. 
  • Tire do forno e das formas e deixe o pão secar e esfriar sobre uma toalha de mesa.

 

Pão Integral,

Colunista

Maria de los Angeles

Autodidata, especialista em culinária espanhola e cronista gastronômica
maria@delosangeles.com.br

Veja mais artigos
Mais lidas
  1. Uma sobremesa muito refrescante
  2. SARDINHAS
  3. Alióli
  4. Cuscuz Rodolfo Valentino
  5. Gaspacho Andaluz
  6. Cacau do bom
Leia também
  1. Uma sobremesa muito refrescante
  2. Moqueca moleca
  3. Pão Primavera
  4. Bolo Especial de Natal
  5. Sangria? Alegria!
  6. Pão Integral