Revista Sucesso

Atualizado em 08/01/2019

Gastronomia

A menina dos seus olhos

Todo coffelover tem um sonho, ele pode ser muito bem-sucedido na sua profissão, mas lá no fundinho do seu coração, nem que for depois da aposentadoria ele deseja abrir a mais linda cafeteria do bairro, da cidade, quiçá do mundo!

Da redação

A barista que vos escreve está vivendo esta experiência, pois estamos caminhando para concretizar um belo sonho. Foram nove anos de trabalhos e de muito desejo e, agora, estamos na reta final. Acreditamos na democratização do café, acreditamos que quanto mais cafeterias existirem melhor se torna o mercado para o consumidor, acreditamos que aumentando o consumo de cafés especiais, vamos pressionar o mercado para que os cafés vendidos em supermercados também melhorem a qualidade, por tudo isso e muito mais... vamos dar o passo a passo de como fazer para realizar o seu sonho.

A cafeteria dos sonhos começa pela escolha do ponto! Se existe algo que fará a diferença no negócio é o ponto. Ele precisa ter movimento, estacionamento, e a loja deve contar com ar-condicionado, pois vivemos em um país tropical, então ar-condicionado e café combinam como arroz e feijão. E ambiente compacto! Quem nunca disse vamos tomar um café? Esta frase simplifica bem o que estamos querendo dizer sobre ambiente, ele deve ser acolhedor, compacto sem ser pequeno, versátil, e contar com muitas tomadas para que os clientes possam trabalhar com conforto na sua cafeteria, sim trabalhar, o acesso remoto fez com que as cafeterias se tornassem verdadeiros escritórios...

Equipe e pessoas fazem o mundo melhor, e o desafio atualmente é engajá-las, fazê-las se apaixonarem pelo seu empreendimento e empreendedorismo. É pelo amor que elas irão vender entusiasmo, dedicação e comprometimento à sua empresa. O salário remunera, mas a gratidão e o reconhecimento fazem toda a diferença para o colaborador. A missão e os valores da empresa devem ser como pílulas da juventude, doses diárias delas serão imprescindíveis para manter um quadro de funcionários coeso. Então as tenha sempre à vista. 

Equipamentos, com toda a sinceridade do mundo, cafeteria que vende café em máquina automática e que tem como cappuccino um preparado de leite em pó com café solúvel deveria receber um nome genérico e nunca, em hipótese alguma, ser chamada de cafeteria. Os equipamentos devem acompanhar o estilo do ambiente, sejam clássicos ou modernos, metade do que a cafeteria representa como empresa está nos equipamentos que ela irá utilizar.   

E por fim o grão, o astro, o maestro, o rei do pedaço, o verdadeiro mandachuva do local. O ambiente, os funcionários, os clientes e os equipamentos todos estão à mercê do grão, da micela escolhida para ser servida, o néctar, a alma da empresa. Sendo assim, a escolha deve ser primorosa, e nós do Aviva Café Artesanal escolhemos o grão do Sítio Serrinha, Norte do Paraná, região mais que propícia para a produção de cafés especiais. Valorizamos nosso produto, nossa região, os produtores, a agronomia e a ciência cafeeira, portanto valorizem também o seu momento com a xícara, afinal a vida é uma festa para não perdermos tempo com cafés ruins
Bons cafés, sempre!  Eles avivam a vida!


Veja mais posts deste colunista aqui.

Editora Sucesso, Sucesso Londrina, Revista Sucesso, Revista Bem-estar, Londrina, Cafe, Cafeteria, Andreia Cristina Luchetti, Andreia Cristina Luchetti Londrina, Aviva Cafe
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Sal, o Melhor Tempero
  2. Conheça alimentos saborosos que ajudam a...
  3. Receitas veganas e saudáveis para aproveitar o...
  4. Chegada do Inverno convida para uma boa taça de...
  5. Receita: Fondue de chocolate com conhaque ou rum