Revista Sucesso

Atualizado em 08/04/2021

Saúde

Causas da boca amarga

Sabe aquele gosto horrível, amargo, que muitas acordamos com ele? Entenda como surge esse gosto na nossa boca

Da redação

Quem nunca acordou com aquele bafinho incômodo? De manhã cedo, em decorrência do acúmulo da placa bacteriana que se aloja na nossa língua, é comum termos mau hálito. Para algumas pessoas, junto com o mau hálito do começo do dia, normalmente também é comum a sensação de boca amarga.

Geralmente, não sentimos o nosso hálito. Presumimos, por já sabermos, que nas manhãs o hálito não é dos melhores, e, antes mesmo de fazer contato com alguém, escovamos os dentes. Todavia, a sensação de boca amarga é muito sentida e incômoda para algumas pessoas. Mas, por que ela é recorrente?

“Quando acordamos depois de um sono de longas horas...”, explica a Dra. Cláudia Gobor, presidente da Associação Brasileira de Halitose, “é comum sentir a boca seca e amarga. Entretanto, mesmo que muito conhecida, essa sensação não deve ser frequente e contínua”. A boca com gosto amargo pode ser resultado de uma série de fatores, os quais podem ser de casos mais simples, ou, às vezes, mais graves.

Segundo a especialista em halitose, “O gosto amargo na boca pode ser um simples acaso da má higiene, ou uma situação séria que merece cuidado médico”. No dia a dia, a boca amarga pode ser resultado de:

Má higiene: Quando a higiene bucal não é priorizada, a proliferação de bactérias é maior. Elas, por sua vez, são responsáveis pelo gosto intenso e pelo mau cheiro;

Gengivite: Essa inflamação, por deixar a boca mais sensível, pode fazer com que a gengiva sangre na hora de escovar e passar fio dental. Nesses momentos, caso algumas partículas de sangue permaneçam na boca, é inevitável o gosto amargo.

Saburra lingual: A saburra é aquela placa bacteriana que fica sob a língua. Ela, que também causa mau hálito, se não for eliminada, também pode ser a origem da boca amarga.

Não só essas, existem outras causas mais sérias que podem desencadear o gosto amargo na boca, como:

Doenças no fígado;

Amigdalite;

Medicamentos;

Doenças gastrointestinais.

Caso o sintoma da boca amarga seja recorrente, é importante procurar um especialista para avaliar o caso. Ter uma boa qualidade de vida e cuidado com a saúde não é luxo, é prioridade.

boca amarga, causas, bem estar, saúde, saúde bucal, revista bem estar, revista sucesso, londrina
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. Você é protagonista da sua saúde?
  2. Saiba como aliviar a retenção de líquidos
  3. Como as doenças funcionais do aparelho digestivo...
  4. Mitos e verdades sobre as varizes
  5. Dor nas costas nem sempre é muscular: conheça...