Revista Sucesso

Atualizado em 07/01/2019

Educação

Desenvolver a criatividade é preparar para novos cenários

Alessandra Munhoz, pedagoga e diretora do Gênios, fala sobre a importância de a escola trabalhar a criatividade desde os primeiros anos

Da redação

A criatividade assume um papel muito importante na educação com a chegada da 4° revolução industrial, nós educadores temos que direcionar nosso olhar para esse novo cenário que se forma e se modifica com uma velocidade impressionante.  Temos que preparar nossos alunos para atuar em profissões que ainda não existem.  Considerando que a criança é ativa na construção do seu conhecimento, devemos propor, dentro do ambiente escolar, situações e vivências onde ela possa exercitar sua criatividade de maneira contínua e prazerosa. Estimulando o pensamento criativo ajudamos as crianças a aperfeiçoar essa habilidade. Cada criança busca sua própria fonte de inspiração, que a ajuda a ser mais criativa do que o adulto. Segundo um teste de criatividade realizado pela NASA para selecionar engenheiros e cientistas inovadores, descobriu-se que aos 5 anos de idade a criatividade de uma criança  chega a 98% e conforme ela vai crescendo a criatividade vai diminuindo, aos 25 anos de idade, por exemplo, a criatividade está próxima de 2%.

Segundo Mitchel Resnick, do MIT/Media Lab, “As crianças de hoje enfrentarão um fluxo contínuo de novos problemas e desafios inesperados no futuro. Muito do que elas aprendem hoje cairá em desuso amanhã. Para serem bem-sucedidas, elas devem aprender a desenvolver soluções inovadoras para os problemas inesperados, que sem dúvida surgirão em suas vidas. O conhecimento por si só não é suficiente; elas precisam aprender a usar esse conhecimento com criatividade.” Portanto a escola tem a incumbência de propor espaços inovadores e criativos para que as crianças possam aprender experimentando, através de atividades “mão na massa”. Assim a aprendizagem criativa torna-se um conceito importante e uma prática fundamental na educação 4.0.

“A aprendizagem criativa é uma filosofia de educação que promove o desenvolvimento de indivíduos que pensam e atuam de maneira criativa e de forma sistemática, trabalhando em colaboração”.  Leo Burd - MIT/Media-Lab. A aprendizagem criativa permite a exploração do mundo de forma lúdica e envolvente. Os pilares da aprendizagem criativa são quatro: Projetos (aprender a partir de um interesse pessoal); Paixão (aprender e trabalhar em alguma coisa que faça sentido para o aluno); Pares (ser colaborativo e aprender/ensinar com outros colegas) e Play (permitir-se brincar e explorar, pensar brincando). Aprender fazendo, torna o aprendizado mais prazeroso, significativo e sedimentado. Estimulando a criatividade proporcionamos aos alunos a capacidade de enxergar algo de forma inteiramente nova.

A aprendizagem criativa, iniciada por Seymor Papert e aprimorada por sua equipe do MediaLab, MIT(Massachusetts Institute of Tecnology), busca o interesse e envolvimento dos alunos, destacando a importância da valorização dos 4Ps citados anteriormente como estratégia envolvente para trabalhar com conteúdos de forma motivadora e instigante, colocando assim o aluno no centro do processo de ensino e aprendizagem, permitindo que eles planejem sua ações, criem soluções, compartilhem suas conclusões e estratégias com os colegas,  reflitam sobre o resultado alcançado e se necessário modificarão suas ações iniciais. Quando a capacidade criativa é desenvolvida podemos dizer que aí reside o desenvolvimento humano.


Alessandra Munhoz


Diretora Pedagógica do Gênios Centro de Educação infantil

Rua Ucrânia, 440 - Tel. (43) 3341-6060 Londrina, Paraná

Editora Sucesso, Sucesso Londrina, Revista Sucesso, Revista Bem-estar, Londrina, Educação, Alessandra Munhoz, Alessandra Munhoz Londrina, Pedagogia, Educação infantil, Gênios, Criatividade
Mais lidas
  1. Soluções inteligentes e funcionalidade
  2. Educação Infantil: um mundo de descobertas
  3. Cuidar das articulações garante vitalidade
  4. Ouvir bem é vida
  5. Disfunção eréctil: será que vou ter?
Leia também
  1. O BRASIL MERECE MAIS!
  2. Confiança que gera esperança
  3. Um hiato entre o medo e a esperança
  4. MOVIMENTO LIVRE DOS BEBÊS: desenvolvimento e...
  5. O Brasil tem um compromisso com o mundo